Áreas de Actividade
Página inicial » Áreas de Actividade » Terapia Ocupacional
Skip Navigation Links
Skip Navigation Links
 
Terapia Ocupacional
A Terapia Ocupacional é uma profissão da área da saúde que intervém ao nível da ocupação, com o objetivo de promover a autonomia dos indivíduos na realização das suas atividades e rotina diárias. O terapeuta ocupacional utiliza uma abordagem holística e centrada no cliente, atentando a todos os aspetos que compõe o indivíduo: pessoal, social, laboral e de lazer.

 

a) Promover estratégias para gestão de stress, conflitos, motivação, entusiasmo, envolvimento com o trabalho e a equipa, com recurso a atividades terapêuticas individuais ou em grupo, sessões de relaxamento, sessões de formação;
b) Promover dinâmicas de grupo, objetivando a integridade da equipa de trabalho, a gestão de conflitos, partilha, diálogo e coesão;
c) Avaliar o equilíbrio ocupacional do trabalhador, atendendo ao indivíduo como um ser dotado de outros papéis ocupacionais para além do de "funcionário", "chefe", ou "membro da empresa", promovendo estratégias para o reencontro do seu reequilíbrio ocupacional, de forma a aumentar o sentido de autoeficácia e motivação subordinados ao seu papel enquanto "trabalhador";
d) Avaliar, adaptar e prescrever ajudas técnicas, próteses ou ortóteses, promovendo a autonomia e qualidade de vida do trabalhador;
e) Promover a reinserção laboral de funcionários afastados da empresa, de forma a promover uma melhor reabilitação do trabalhador ao mesmo tempo que colabora com a empresa.

 

Desta forma, e atendendo que a Terapia Ocupacional visa melhorar a qualidade das atividades das pessoas no seu quotidiano através da redução das suas limitações, dificuldades e barreiras, da avaliação das suas capacidades e competências e da promoção da relação saudável com suas atividades produtivas, a presença do Terapeuta Ocupacional em empresas e instituições é fundamental por proporcionar, através das atividades propostas, o exercício do "ser/fazer/estar saudável" no contexto de trabalho, possibilitando aos colaboradores vivências de autocuidado, de integração grupal e de atividades que favoreçam a criatividade, a expressividade e a produtividade, melhorando, desta forma, o desempenho dos mesmos nas suas funções laborais.